ESPELHO DO PODER: O lado ruim da trajetória POLÍTICA quando o amor do povo esfria

Quando um político passa muito tempo no “Poder” com...

- 10/01/2022 11h51 | atualizado em 10 de January de 2022 as 11h51

Quando um político passa muito tempo no “Poder” com as mesmas práticas onde só os seus são beneficiados, o povo cansa e quando se chega a tal fase, o político não pode fazer nada para seguir no topo, mas o povo pode e o faz através do voto.

É sempre assim, pode até demorar, mas o encanto se acaba e quem não percebe isso são os políticos que vivem rodeados de pessoas programadas para dizer que sua gestão está às mil maravilhas, mesmo estando mergulhada no caos.

É duro para o político ter que reconhecer que errou e que poderia ter feito coisas simples que ele achava não ter importância, mas eram fundamentais para alegrar o povo e para ele mesmo se manter lá por mais tempo.

Tempo é o que não se tem mais para mudar a situação. Por exemplo, Pinheiro na Baixada Maranhense hoje administrada por Luciano Genésio vive essa história que mais parece um Déjá vu (já visto).

Dono de uma popularidade gigantesca no início de sua gestão, Luciano errou muito, mas onde ele aparecia, a coisa mudava de figura e tudo de ruim era rapidamente esquecido. Só que como reza a lenda deste conto, não se pode iludir o povo por muito tempo sem ações concretas, ainda mais quando o tempo que já é muito é seu e você não pode mais botar culpa em ninguém.

Luciano começou a ver seu castelo desmoronar quando o povo pinheirense percebeu que estava ficando em último plano sempre, pois os Genésios construíram um patrimônio de dar inveja aos que por medo ou prudência não tem a mesma coragem de gastar o que não é seu.

Carros de luxo, mansões, fazendas, aviões e parque de vaquejada se somam ao patrimônio de quem antes não tinha um real para a passagem de ferry e enquanto tudo isso era acumulado, o povo sofria sem educação, sem saúde, isolados em suas comunidades á espera de dias de sol para se unirem e resolver com as próprias mãos os problemas.

O prefeito de Pinheiro que tem sua propaganda voltada para iludir os daqui e despertar olhares dos demais municípios do Maranhão, hoje começa a sentir o que a história vem mostrando há tempos, a rejeição popular.

Recentemente o gesto vem olhando pelo espelho do poder e tem enxergado um abismo entre ele e o povo. Colecionando derrotas consecutivas, onde Luciano se mete quando o assunto é eleição, ele tem sentido a resposta do povo que o ajudou um dia e ele paga até hoje com desprezo e maldades.

O que ele tem feito para mudar isso? Nada! Claro, ele ainda está rodeado de pessoas que para se dar bem, dizem para ele que sua administração está impecável, mas na realidade é severa e o tempo é mais cruel ainda.

2022 começou trazendo mais uma prova do conto, derrota em tudo que tenta fazer. A eleição do SIMPROESSEMPI onde o candidato dele teve apenas 24 votos  e a nova presidente 296, uma resposta a altura da mentirada da gestão que enganou a categoria por todos esses anos.

Teremos mais eleições esse ano e agora ele apresentará a irmã como sua candidata a uma vaga no Legislativo Estadual, mas se continuar nessa mesma pegada de derrotas e o povo der a mesma resposta dos professores pode ser o fim da carreira do prefeito que saiu de popular á carrasco de um povo todo.

Leave a Reply