Estagnado, Weverton força a barra com pesquisa duvidosa

Com o objetivo de criar uma narrativa de que...

- 14/06/2022 12h05 | atualizado em 14 de June de 2022 as 12h08

Com o objetivo de criar uma narrativa de que os apoios dos bolsonaristas Roberto Rocha e Josimar de Maranhãozinho alavancaram o seu nome nas pesquisas, o senador Weverton Rocha e seus aliados comemoraram muito o resultado duvidoso do levantamento realizado pela Exata e divulgado ontem.

Estagnado desde que Flávio Dino escolheu Carlos Brandão como seu sucessor, Weverton Rocha arriscou tudo ao colar no bolsonarismo como tábua de salvação para uma campanha quase moribunda. E, para sustentar que seu passo deu certo, ele cria uma espécie de fábula para continuar sonhando com uma candidatura competitiva.

O problema é que a estratégia é defasada, e foi usada em 2020 sem sucesso, o que descredibiliza ainda mais os atores envolvidos. Nas eleições municipais, Weverton usou a mesma Exata, um dia antes do pleito, para divulgar uma pesquisa em que colocava seu pupilo, o deputado Neto Evangelista, no segundo turno. Ao abrir das urnas, o resultado foi bem diferente do divulgado no dia anterior.

Só que a tática agora é muito difícil de colar. Já que todos que estão envolvidos com a eleição estadual têm os números reais dos levantamentos internos que estão sendo feitos. E eles destoam, e muito, do divulgado pela Exata ontem a pedido de Weverton.

Leave a Reply